quarta-feira, 20 de maio de 2009

CRIANÇA PERDIDA...



Procurei uma pessoa que soubesse, para onde o trem estava indo...

Olhei em todas as direções, não vi ninguém.


Muitas vezes procurei por ela, e não encontrei.


Me senti criança...


Com medo, faminta e fébril.


Sem dinheiro e sem direção.


Assustada gritei para um anjo, que passeava em Meu vagão.


Me agarrei a ele, com o coração nas mãos.


O tempo passou e eu cresci...


E descobri em meu báu de brinquedos, um bilhete.

Criança...

Quando cresceres me encontrarás.


E descobrirás o porque da sua existência.


Reconhecerás o amor...



CARLA FABIANE

...inspirado em (Adormecida em um trem...) ...Osho...

Um comentário:

Blog do Óbvio disse...

Parabéns, "criança" talentosa. Beijos. Manoel.